Percy Jackson e o Ladrão de Filmes

O livro de Percy Jackson e o Ladrão de Raios é muito bom – a série inteira, Percy Jackson e os Olimpianos, é boa, na verdade -, mas o filme ficou horrível. Tá, não é um filme ruim, o filme é muito bom, os efeitos especiais são de primeira, porém, quem leu o livro, se decepcionou – e muito.

A primeira coisa que podemos falar sobre a adaptação cinematográfica são os personagens. No livro, os três principais tem em torno de 12 anos; no filme, os atores tinham entre 17 e 23 anos. Percy foi o que mais ficou próximo ao descrito no livro; Annabeth é morena no filme – e do nada vira loira na sequência; e Grover não é ruivo. E não para por aí, os deuses e monstros também ficaram totalmente diferentes. Uma Thurman fez uma espetacular Medusa – difícil de admitir Kill Bill não sendo Kill Bill -, mas diferente demais da medusa do livro. E Hades? É um deus ou um roqueiro? Só o tempo irá nos dizer.

Imagem

                                                Hades, o senhor das Trevas

As adaptações feitas para as telonas não foram de todo ruim, pois deixaram a história bem mais emocionante do que no livro. Resolveram colocar até músicas pop da época na cena do Cassino Lotus – sim, tem Ke$ha e Lady Gaga na trilha sonora, por incrível que pareça. O filme acabou sendo dirigido para um público mais adulto que o público dos livros, e isso ajudou a decepcionar os leitores.

 

Os cenários foram muito bem feitos, os efeitos foram sensacionais. Se olharmos bem para a foto abaixo, que mostra o Olimpo do filme, não lembra Hogwarts no primeiro filme de Harry Potter? Sim, lembra. E sim, o diretor foi o mesmo em ambos filmes. 

Imagem

                                                        Olimpo? Hogwarts? Difícil dizer

E ainda no assunto cenários, o que foram as cabanas dos semideuses? Literalmente uma cabana. A de Poseidon tem ligação direta com o lago, além de ser feita de madeira com tecidos. E o “U” das 12 casas, onde foi parar? Ninguém sabe, ninguém viu.

Percy descobrindo ser filho de Poseidon, quando isso aconteceu? No livro tem toda uma tensão, uma enrolação, até Poseidon assumir seu filho. No filme, foi quase um “Percy, Poseidon é seu pai. Lide com isso. Você é único.” e fim.

Luke, o filho de Hermes, o vilão de toda história. O que dizer sobre? Não ficou nada parecido com o do livro. Na cena que ele e Percy lutam num terraço perto do Empire State, que sobra apenas o tênis voador? Não fez sentido aquela cena, eu não consigo admitir aquilo.

E Anaklusmos, ou Contracorrente, a caneta-espada de Percy, que tem um botão ao invés de tampa? Isso foi um erro fatal. Imaginem uma batalha e Percy sem querer aperta o botão e a espada volta a ser caneta? Estaria morto o personagem.

Confesso que não sei como conseguiram fazer a sequência. Eles tiraram cenas e personagens do primeiro livro que viriam a ser essenciais na continuação. Clarice não apareceu, Ares não apareceu, muita gente não apareceu. Os deuses foram horrivelmente representados – não os atores, que fique claro, os atores são excelentes – e conseguiram fazer o segundo filme.

Percy Jackson e o Ladrão de Raios – O que dizer? Se você não viu, veja. Se você não leu, leia – a leitura é super tranquila. Mas veja o filme antes, para se decepcionar menos. 

Imagem

                                                                      Capa do livro

Livro pela editora Intrínseca

Preço sugerido: R$29,90

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s