A (não) evolução de Dan Brown

Todo mundo já teve ter ouvido falar em Dan Brown, o autor dos livros O Código Da Vinci Anjos e Demônios. Os livros dele geralmente são best-sellers, principalmente quando o personagem principal é o conhecido Robert Langdon, que nos cinemas foi interpretado por Tom Hanks. 

Pois bem, quem já leu todos os livros de Dan sabe que ele não muda nada de um livro para outro. Quando eu fui ler O Símbolo Perdido eu estava esperando um livro totalmente emocionante, com um enredo jamais visto. E o que aconteceu? O livro é uma versão de O Código Da Vinci que se passa nos Estados Unidos. E com Inferno foi a mesma coisa, mas dessa vez se passando em Florença. Inferno tem um início emocionante, pois Robert não se lembra de nada que aconteceu nas últimas horas. E só, o resto é pura enrolação.

Quando o Código foi lançado e teve seus direitos vendidos para cinema, tudo bem, a história era diferente – bem diferente de Anjos e Demônios -, mas agora não vejo o porquê fazer filme de Inferno e não vejo o porque do livro ser best-seller. Desde que lançou, o livro não sai dos mais vendidos e já foi traduzido para inúmeras línguas. E eu fico pensando: será que essas pessoas leram o Código  ou só viram o filme? E essas pessoas não se importam com enrolação? Afinal, o livro tem pelo menos 100 páginas de enrolação e um final que já podia ser previsto desde os primeiros capítulos.

Imagem

                                                                   Hard Cover americana de “Inferno”

Talvez quem tenha lido – e de preferência entendido – o Inferno de Dante tenha compreendido melhor o Inferno de Dan Brown. (Apenas para vocês entenderem: Inferno tem toda uma ligação com o Inferno de Dante, e todas as pistas do livro são ligadas ao falecido escritor. Até a máscara póstuma dele e uma pintura baseada em sua obra aparecem no decorrer da história).

E os outros livros de Dan Brown?

Os livros que não tem Robert Langdon como principal acabam tendo melhores histórias que os com ele. Anjos e Demônios, apesar de ser com ele, é um dos melhores livros que eu já li, pois a história é mais emocionante, diferente e te prende mais a atenção.

Fortaleza Digital deve ser o livro mais desconhecido do autor, mas ele não é ruim. A linguagem é bem fácil, a história é melhor que a de outros livros dele, só que tem bastante futurismo – talvez o motivo da não apreciação do público.

E por fim, mas não menos importante: Ponto de Impacto, que até ganhou prêmios. É o melhor livro de Dan Brown, na minha opinião. A história se passa no Ártico e fala sobre a NASA achando fósseis de origem extraterrestre. É um tanto quanto ficção também, mas também é bastante policial. Este livro merecia um filme de qualidade e importância, e não as semelhantes aventuras de Robert Langdon. 

Imagem

                                  Capa brasileira de “Ponto de Impacto”

Os livros citados foram publicados pelas editoras Sextante Arqueiro

Os preços variam entre R$29,90 e R$39,90.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s