Maze Runner: Correr ou Morrer – Comparações livro vs filme

Dia 18 de setembro chegou aos cinemas brasileiros o filme de Maze Runner: Correr ou Morrer, conhecido simplesmente como Maze Runner. O filme é baseado em um livro, que conta com sequências – a segunda já anunciada que irá chegar às telonas em 2015. A história tem como personagem principal Thomas, um garoto que acorda dentro de um elevador sem se lembrar de nada e chega em na Clareira, onde vivem diversos outros rapazes. Ele descobre que ao redor da Clareira há um labirinto, onde os Corredores tentam encontrar uma saída. Tudo muda com a chegada dele, mas ainda mais mudanças ocorrem ao chegar a garota, Teresa, ao local.

A história não dá fôlego. É um acontecimento atrás do outro, uma dúvida atrás da outra. Faz o leitor querer descobrir todos os segredos – o que demora para acontecer.

Mas vamos ao que importa: comparação do filme com o livro. Quem não leu o livro certamente amará o filme e vai ficar torcendo para que a sequência chegue logo. Para quem leu, pode se decepcionar. Muitas partes foram cortadas e a maioria foi modificada.

aas

(ALERTA DE SPOILER)

As mudanças já começam no início, quando Thomas acorda e não lembra de absolutamente nada. Na livro, ele lembra apenas seu nome. No filme, isso demora a acontecer.

No livro, fica explícito que nunca chove na clareira – o que indica que o local é controlado por alguém. No filme, chove – e ninguém dá bola. Também ocorre um “lual” dos Clareanos, que não está presente no livro.

Teresa e Thomas tinham uma ligação do seu tempo antes da Clareira, e podiam se comunicar telepaticamente. No flime, isso não aparece, apesar de ser algo que poderia ser relevante no segundo filme.

Nas correrias pelo labirinto, eles descobrem as coisas muito fáceis. E as palavras existentes no livro foram trocadas por números – que depois viram a senha para sair do local.

(FIM DO SPOILER)

O que aconteceu me lembra o caso Percy Jackson: o livro foi mal adaptado, mas gerou um bom filme. O lado bom disso é para atrair novos fãs; o lado ruim, é que os fãs dos livros se decepcionam. Uma pena não terem sido fiéis ao livro, pois ficaria muito mais emocionante a história.

Apesar disso, recomendo tanto a leitura da saga quanto ver o filme. Mas principalmente a leitura, pois deixa tudo mais intrigante e envolvente.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s