Melhores álbuns – 2015/1 (parte 1)

Vamos falar de uma coisa tão boa quanto livros? Vamos falar da nova iogurteira Thop Therm de música!

Eu estou gostando bastante das músicas e álbuns de artistas que eu já conhecia e também tô descobrindo muita música boa de gente que eu não conhecia. Então, decidi compartilhar brevemente com vocês um pouco!

Partiu músicas:

Mumford & Sons – Wilder Mind

Não acho que Mumford seja uma banda muito conhecida, mas, quem conhece eles, provavelmente conheceu em 2012 ou 2013, quando eles ganharam o Grammy de melhor álbum pelo (ótimo) Babel. Agora, 3 anos depois, eles lançaram Wilder Mind, seu terceiro álbum que não tem a pegada folk que tinha em Babel, mas mesmo assim é um ótimo álbum (e espero que ganhe mais um Grammy).

Florence + The Machine – How big, how blue, how beautiful

A Florence é outra que estava sumida há um tempo. Depois de fazer muito sucesso com Between Two Lungs, seu primeiro álbum, e ter decepcionado (pelo menos me decepcionou), com Cerimonials, ela lança esse álbum maravilhoso. O álbum me lembrou um pouco o primeiro, mas com melhorias – não teve uma música que eu não tenha gostado.

Brandon Flowers – The Desired Effect

Sim, Brandon Flowers é o vocalista da The Killers e, sim, ele tem carreira solo. Esse álbum me decepcionou um pouco, confesso, mas eu coloquei expectativa demais nele. As músicas parecem que saíram dos anos 80, e isso me convenceu a gostar delas.

Meghan Trainor – Title

Ok, todo mundo já ouviu All About That Bass, certo? A cantora virou sucesso mundial depois dessa música (por ela ser boa e por ela falar sobre as mulheres não precisarem seguir o padrão Barbie). Assim como o álbum do Brandon Flowers, as músicas dela lembram algo mais anos antigos, mas o dela é mais puxado para a década de 60. E, além das músicas já lançadas, tem muitas outras no álbum que são ótimas.

(+ Bônus) Tove Lo – Queen of the Clouds

Esse álbum é de 2014 (por isso o “bônus”), mas ele ganhou fama só em 2015 (aqui no Brasil, pelo menos), com a música Habits (Stay High). O único problema é que essa é a única música conhecida dela até então. A sueca Tove Lo, na minha opinião, é um ganho no cenário da música pop atual (por que, sinceramente, esse cenário tava péssimo). Esse álbum dela é sensacional por diversos motivos, dentre eles: 1) só tem música boa; 2) as letras da músicas são sensacionais; 3) o álbum foi divido em 4 partes (The Sex, The Love, The Pain e For You) que, junto das letras, deixa tudo melhor ainda.

Bom, essa foi a parte 1 das músicas, em breve vou fazer outro post desses, com mais álbuns do primeiro semestre que eu gostei – têm muita música boa esse ano!

Se gostaram, comentem e compartilhem o post! E podem me dar sugestões de álbuns e músicas que não estão neste post (novas músicas serão sempre bem-vindas).

Anúncios

2 thoughts on “Melhores álbuns – 2015/1 (parte 1)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s