A Feira do Porto-nem-tão Alegre

Feira do livro de Porto Alegre. Ah, esse evento tão cativante e que sempre me chamou a atenção. Afinal, uma praça repleta de livros e cultura — em dobro, porque é cercada de museus. Até hoje acho um evento incrível e uma ideia muito legal da Prefeitura.

Infelizmente, não sei é culpa da tal da crise ou o que, mas ela está cada dia mais capenga — não sei se esse é o vocábulo certo, mas vamos fingir que sim. Esse ano a Feira chegou na sua 62° edição e teve a incrível Cíntia Moscovich de patrona (patrona, sim!). Tudo muito bom, tudo muito bem.

Só que nem tanto. Fui lá para uma sessão de autógrafos e, infelizmente, a única que irei esse ano. Vamos começar falando sobre a programação da feira. As sessões de autógrafos mais “populares” esse ano serão, certamente, Thalita Rebouças e Leandro Karnal. E só. Fiquei decepcionado quando, depois de muito tempo de espera, divulgaram a programação. Quase nenhum autor autografante me chamou a atenção. E nem muitos dos livros sendo autografados — descobrir livros novos através de sessões de autógrafos vale a pena a maioria das vezes.

Feira do Livro de Porto Alegre  © Jefferson Bernardes 09NOV12

Crédito: Jefferson Bernardes/Agência Preview

E é claro que a programação não se fixa nos autógrafos. A sensação de conhecer, receber um autógrafo e poder tirar uma selfie — nossa tão querida selfie — é incrível, mas não podemos esquecer do resto. A Feira é um evento enorme, que conta com diversas palestras e oficinas, coisas que geralmente me deixavam triste por serem em horários que eu não poderia comparecer. Esse ano, porém, isso não aconteceu. Nada me deu vontade de estar lá, participar, aprender mais, imergir mais nesse maravilhoso mundo da literatura. Fiquei bastante chateado. Não sei se sou eu ou se o nível caiu mesmo.

Fora isso, estive conversando sobre o fato se ser Feira e ouvi o seguinte exemplo: “Quando vamos na feira de frutas, é para comprar frutas mais baratas. A gente vem na feira do livro e os livros estão mais caros que em livrarias e na internet.” Eu nunca tinha pensado em feira nesse sentido, mas me fez muito sentido naquele momento. Esse ano, o espaço foi ainda mais reduzido — trabalhei lá em 2015 e já havia achado bem pequeno.

Fui olhar os livros e nada valia a pena comprar. Nem os em saldão , pois, por mais que estivessem baratos, a maioria se encontrava em um estado deplorável. Eu olhava os preços e pensava “mas já vi mais barato em tal site.” Sim, chegamos a esse ponto. Uma coisa que gostei foram os livros de jornalismo, na verdade. Encontrei muitos com preços bem razoáveis — visto que livros acadêmicos geralmente são caros. E os livros clássicos, os quais muita gente tem preconceito, como os de Machado de Assis, também estavam presentes lá com bons preços.

Porém, não comprei nada — só o meu livro que foi autografado. O que pude notar ainda mais e que eu já vinha notando é como a literatura mudou. Livros de Youtubers dominam as estantes da feira e a procura por eles é altíssima. São milhões de Kéferas e Rezendes Evil e Larissas Manoelas e esse pessoal todo aí que faz sucesso e faz livros. Nada contra, afinal, qualquer incentivo à leitura é bem vindo. Mas é triste ver que, em 80% das bancas (sem mentira, eram em muitas bancas) só são vendidos estes best sellers e livros populares, enquanto os demais autores parecem não aparecer. Falta um incentivo a literatura, talvez. Afinal, vejam os patronos das feiras. Quantos deles vocês conhecem? Não temos muito incentivo nisso, pelo que eu posso observar.

Infelizmente, um dos meus eventos favoritos já deixou de ser favorito. Um pingo de emoção e nostalgia me correu ao ver Léia Cassol, escritora que eu adorava na infância e que encontrei diversas vezes para pedir autógrafos, mas foi bem momentâneo, até eu voltar para a realidade. Já nem temos mais a área do Cais do Porto! Era minha parte favorita: ter o Guaíba e o pôr do sol e um montão de livros, tudo ao mesmo tempo.

O que aconteceu contigo, minha Porto Alegre? Já não estou conseguindo te reconhecer.

  • Obrigado pela leitura do blog J-Valente por me acompanhar e por ter dado dica para este tema! 
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s